domingo, 14 de outubro de 2007

Fala do Homem Nascido

José Niza - Fala do Homem Nascido

Fala do Homem Nascido - José Niza (direcção), 1972 - Orfeu?


Bem, o amigo Samuel apareceu por cá, nos comentários, e acho que é uma oportunidade excelente para lhe pedir umas coisitas, tais como a sua discografia completa e alguns dados biográficos (que depois servirão para pôr no RYM).

Em escuta temos o tema homónimo, poema de António Gedeão, (como todos os outros temas do disco), musicado pelo José Niza. Pessoalmente, prefiro a versão do Adriano. Mas... como é que se pode concorrer com uma voz cristalina, terna, poderosa e meiga como aquela?



Fala do Homem Nascido

Venho da terra assombrada
do ventre de minha mãe
não pretendo roubar nada
nem fazer mal a ninguém

Só quero o que me é devido
por me trazerem aqui
que eu nem sequer fui ouvido
no acto de que nasci

Trago boca pra comer
e olhos pra desejar
tenho pressa de viver
que a vida é água a correr

Venho do fundo do tempo
não tenho tempo a perder
minha barca aparelhada
solta o pano rumo ao norte
meu desejo é passaporte
para a fronteira fechada

Não há ventos que não prestem
nem marés que não convenham
nem forças que me molestem
correntes que me detenham

Quero eu e a natureza
que a natureza sou eu
e as forças da natureza
nunca ninguém as venceu

Com licença com licença
que a barca se fez ao mar
não há poder que me vença
mesmo morto hei-de passar
com licença com licença
com rumo à estrela polar.

5 comentários:

samuel disse...

"Mas... como é que se pode concorrer com uma voz cristalina, terna, poderosa e meiga como aquela?"

Não pode!

Quanto aos pedidos, vamos fazer por isso...

Anónimo disse...

http://guedelhudos.blogspot.com/

antónio

Eduardo F. disse...

Obrigado, caro Samuel.

Deixe-me dizer-lhe, em jeito de comentário, que a sua voz me faz lembrar a do Zé Mário daqueles começos da década de 70.

Pronto, agora aguardo esses dados biográficos e discográficos. Se puder informar-me também da referência deste disco (é do Arnaldo Trindade, não é?) e das canções e respectivos intérpretes melhor ainda. Como costumo dizer, se a informação existe, é porque alguém a pôs lá. É esse o nosso papel.

Caro António, o blogue é muito bom. Vai ser muito útil para um outro que tenho. Obrigado.

Anónimo disse...

E qual é esse outro blog que tem? Estou interessado em conhecer.

António

Eduardo F. disse...

Amigo António, o blogue a que me referia no comentário anterior é o http://mostraivos.blogspot.com/

Como digo no cimo, trata-se de um blogue "mui sinxelo" cujo objectivo é o de inventariar e divulgar conjuntos musicais nascidos em terras lusas, organizando-os por nome, origem (concelho e década) e estilo praticado aquando da formação.

Em breve terei mais tempo para passar o Guedelhudos a pente fino, com toda a informação que nele se encontra. E a que mais vier também, claro! ;)

Abraço.